Datas Importantes

Associação AFID
Datas importantes

A marca dos dez marcos!

A Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente – AFID completou, em 2010, 25 anos de existência, exactamente em 14 de março de 2010. Foram 25 anos de intervenção social exemplar, pensando sempre nos outros e trabalhando para os diferentes públicos com necessidade de apoio.
Ao longo destes 25 anos houve momentos que MARCARAM indelevelmente a vida da AFID, e que pretendo aqui relevar como MARCOS históricos da Instituição.


Primeiro Marco

O primeiro Marco foi o seu Nascimento. Fundada em 1985, por um grupo de Pais e Técnicos, constituindo os associados fundadores, desenvolveu a sua actividade nos primeiros 7 anos de vida, assente em actividades de Sensibilização para a Problemática da Deficiência em Escolas, Hospitais, junto de entidades oficiais e de outras entidades ou grupos representativos da sociedade Portuguesa – era necessário criar situações facilitadoras de integração das Pessoas com Deficiência na Sociedadenuma óptica exclusiva de Representatividade das Famílias com Pessoas com Deficiência no seu agregado familiar.
Foi um período marcante para a AFID na DEFESA e PROMOÇÃO dos DIREITOS das Pessoas com Deficiência e das suas Famílias, papel que hoje ainda desenvolvemos.


Segundo Marco

O segundo Marco coincide com a decisão de alargamento da intervenção Social da AFID à Prestação de Serviços, na área da Reabilitação. Em 1992, um grupo de associados, maioritariamente Pais, sentiram a necessidade de complementar as actividades de Representatividade com a Prestação directa de Serviços na área da Deficiência.
Naquela altura, como hoje, muitos dos Jovens com Deficiência que completavam 18 anos encontravam-se em integrados, em atendimento, em Escolas de Educação Especial e que não conseguiram adquirir competências educacionais e profissionais que lhes poderiam permitir avançar nos seus estudos ou numa profissão, estavam na iminência de ficarem sem qualquer apoio ao saírem dos estabelecimentos de ensino onde se encontravam.
Para alguns (muitos) destes casos a única solução era regressarem a casa, criando outro problema de dependência, o da própria Família, que ficaria impedida de desenvolver a sua actividade profissional.
Sem recursos financeiros, humanos e materiais, a AFID conseguiu criar a sua primeira estrutura de resposta, em Dezembro de 1994, em Alfragide, Amadora, um equipamento social integrado para Pessoas com Deficiência, constituído por uma Unidade Residencial e um CAO – Centro de Actividades Ocupacionais.


Terceiro Marco

O terceiro Marco foi o Crescimento da AFID como Instituição Prestadora de Serviços, que coincide com o aumento da sua intervenção na Prestação de Serviços na área da Reabilitação. Em 1999 inaugurámos o Centro Social e de Reabilitação do Zambujal, um Grande Equipamento Social, que hoje é sede da Fundação AFID Diferença, e que congrega vários serviços e respostas Sociais. Quintuplicámos o número de pessoas com Deficiência em atendimento, passando de 20 para 100 pessoas, honrando aquele que é hoje o nosso lema:

A AFID é uma Porta Aberta à Diferença


Quarto Marco

O quarto Marco foi o Alargamento da Intervenção Social da AFID às áreas da Infância e dos Idosos. Em 2001 e a convite do Senhor Presidente da Câmara Municipal da Amadora, passámos a gerir o CRZ – Centro de Recursos do Zambujal, localizado na Amadora, com áreas de intervenção na Infância, através da gestão de uma Creche e, de um Jardim-de-Infância, hoje pré-escolar e de um Centro de Dia e de um Serviço de Apoio Domiciliário para Idosos. Foi um período de novas aprendizagens, novos desafios e novas experiências, realizadas com sucesso.


Quinto Marco

O quinto Marco foi a Criação da Fundação AFID Diferença. Em 2005 e porque as questões da Representatividade voltaram a ser exigentes e a prestação de Serviços cresceu exponencialmente na vertical (número de utentes apoiados – cerca de 500 em todas as áreas) e na horizontal (diversificação de áreas de intervenção), foi decidido pela Assembleia Geral da Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente – AFID criar uma Fundação que veio a denominar-se Fundação AFID Diferença, tendo-se dividido e especificado as intervenções. A Prestação de Serviços passou para a competência da Fundação AFID Diferença, a Representatividade e o trabalho de Inclusão Social, de que são exemplo a criação das Empresas de Inserção Social, passou para a responsabilidade da Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa Deficiente – AFID.
Foi assim reposta a função inicial estabelecida pelos Associados fundadores da AFID, de Representatividade das Famílias com Pessoas com Deficiência no seu agregado Familiar, facto este que ocorreu após termos percorrido um trajecto de grande visibilidade pública, de trabalho de bom nível que granjeou credibilidade e notoriedade, de que nos orgulhamos.


Sexto Marco

O sexto Marco foi a Capacitação e Qualificação dos serviços da Fundação AFID Diferença. Iniciada na Associação, os processos de Capacitação e Qualificação dos Serviços Prestados começaram cedo, em 2002, obtendo-se, em 2007, a Certificação de Qualidade no âmbito da Norma ISO 9001. Fomos a primeira Instituição da área Social do País a obter a Certificação em termos de Qualidade em todos os seus Serviços e Respostas Sociais.


Sétimo Marco

O Sétimo Marco tem um significado muito especial. Em 2010, submetemo-nos às Auditorias de Concessão do Referencial Europeu EQUASS, Nível Excellence, cuja certificação ocorreu em 21 de Janeiro de 2011, e dos Referenciais da Segurança Social, Nível A, “Excelência dos Serviços Prestados”, que, de acordo com as informações da APCER, fomos a primeira instituição do País a ser Certificada por este referencial e no nível mais elevado.


Oitavo Marco

O Oitavo Marco, coincide com o alargamento da intervenção social da AFID à população Idosa, com base na inauguração, em setembro de 2013, do novo equipamento social e intergeracional, AFID Geração, destinado à população Idosa.
Este novo equipamento social, constituído por uma ERPI – Estrutura Residencial para Pessoas Idosas e um SAD – Serviço de Apoio Domiciliário para a mesma população, vem consolidar a intervenção social da AFID à população maior.
Este equipamento social trouxe ainda uma inovação que foi o desenvolvimento de um equipamento intergeracional, tendo agregada uma Creche, para 40 crianças.
Com o desenvolvimento deste novo projeto a AFID passou a abranger as áreas mais importantes da intervenção social nacional – Pessoas com Deficiência; Crianças; Idosos.


Nono Marco

O Nono Marco é um marco muito triste, pois coincide com o falecimento da Ex-Diretora da AFID, da Ação Social da Instituição e Assessora da Administração da Fundação AFID Diferença, a Dr.ª. Maria Lutegarda, em novembro de 2016.
Apesar da Família da AFID ter ficado mais pobre, toda a equipa técnica por ela dirigida deu provas do empenhamento, ao seguir os seus princípios e ensinamentos, ao ponto de não ter havido sobressaltos na intervenção social desenvolvida.
Para perpetuarmos o seu nome e o seu trabalho ao longo dos anos, foi dado o seu nome ao auditório da sede da AFID, em Alfragide, e foram criados dois prémios nacionais com o seu nome, um na área artística, para premiar os coordenadores dos ateliers de artes plásticas das organizações de pessoas com deficiência, vencedores do concurso CRIDEM e outro de Investigação Cientifica na área da Reabilitação, áreas que a Dr.ª. Maria Lutegarda sempre se dedicou e empenho, com o objetivo último de Melhorar a Qualidade de Vida das Pessoas com Deficiência ou Incapacidades.


Décimo Marco

O Décimo Marco, coincide com o reforço da internacionalização da AFID, efetuado em 2018. Durante este ano foram desenvolvidos vários projetos com parceiros europeus, a coberto do EPR ou da EASPD que veio divulgar o nome e o trabalho desenvolvido pela AFID, nas diferentes áreas de intervenção, provando ao mundo o bom trabalho que temos vindo a desenvolver, na generalidade dos casos com bons resultados e elevados níveis de sucesso.
Na generalidade dos projetos em que participámos, sempre nos destacámos com entidade dinâmica inovadora.
Com base nestas participações, foram lançadas as bases de uma Internacionalização que esperamos consolidada.

Como Presidente da AFID e por ter sido um dos elementos que a conduziu a este patamar, quero agradecer a todos quantos contribuíram, directa e indirectamente, para que este sonho se tornasse realidade.

Um Muito Obrigado a Todos.

“Caminha na direcção do sol e não verás a sombra”
Helen Keller

[ 30 Mar 2019 ]
2019 © AFID

Esta página usa cookies  |  Termos Legais  |  Fundação AFID