Francisco Murteira Nabo

Testemunhos
Murteira Nabo

Ligação à AFID: Curador da Fundação AFID Diferença

Estar na AFID é uma forma de me sentir feliz. Não é uma pessoa religiosa, mas acredita que “há uma razão para existirmos e que por isso temos obrigação de melhorar o mundo”. Este conceito de base levou Francisco Murteira Nabo a ligar-se a algumas instituições de solidariedade social.
Da existência da AFID soube através de um engenheiro que trabalhou consigo na PT e tinha um filho com deficiência. “O que ele me foi dizendo acerca do papel fundamental que desempenhava no apoio à sua família despertou-me curiosidade”.
O encontro um dia proporcionou-se. Desses tempos iniciais recorda a primeira vez que foi convidado a fazer um discurso na instituição: “A plateia era um grupo de crianças com deficiência. Confesso que fiquei surpreso e sem saber muito bem o que dizer. Mas o discurso acabou por fluir sem grande esforço. Era uma audiência muito atenta e recetiva e isso sem dúvida ajudou-me a soltar as palavras, que escolhi cuidadosamente para que a minha mensagem passasse. O que lhes disse, embora em termos muito simples, era que somos todos iguais apesar das diferenças. E senti que houve conexão entre nós. Foi uma ação curiosa, que me apanhou de surpresa e revelou de forma muito especial o espírito da AFID, uma instituição que é diferente das outras porque trata as pessoas com deficiência como se o não fossem”.
Uma experiência indelével, que o levou a querer saber mais sobre a AFID: “Quando tive a oportunidade de a conhecer melhor percebi que o seu prestígio também resultava de uma ação continuada e de uma gestão muito profissional. Domingos Rosa tem sido um grande gestor. Consegue pôr de pé iniciativas sem grandes constrangimentos financeiros. Além disso está sempre empenhado em crescer, em alargar o seu âmbito de intervenção”.
Para o gestor, o reconhecimento da excelência deste projeto também ao nível da gestão foi outro elo importante que o ligou em definitivo à organização: “É com o maior prazer que me encontro associado a esta casa. Estar na AFID é uma forma de contribuição, de me sentir feliz e de concretizar aquilo que penso que devemos fazer com a vida”.

[ 01 Mai 2019 ]
2019 © AFID

Esta página usa cookies  |  Termos Legais  |  Fundação AFID